quarta-feira, 22 de abril de 2009

Pinceis - Nossa principal ferramenta de trabalho.


Todos eles são fabricados manualmente, cada pincel foi projetado para uma função especial, são produzidos usualmente pela fixação dos pêlos ao cabo por uma cinta metálica, a virola. O pêlo é a parte mais importante do pincel. Dependendo do fim a que se destina, a qualidade e o preço, diversos tipos de pêlo são empregados.
Na hora de escolher um pincel procure sempre o melhor para cada tipo de tinta e superfície. Além de facilitar o trabalho, o resultado final ficará muito melhor.
Os pincéis podem ter dois formatos básicos, o redondo e o chato
Atualmente existem vários tipos de pincéis como:

Chatos:

Chato longo;
Chato curto;
Quadrado;
Plano;
Língua de gato;
Chanfrado (Angular);
Leque;
Trincha;
Trincha longa;
Pelenesa;

Redondos:

Redondo;
Redondo curto;
Redondo longo;
Ponta chata;
Chanfrado (Striper);
Pituá;
Broxa ou Batedor;
Gafo;

Muitos deles não são utilizados no artesanato, normalmente nas receitas é indicado o pincel a usar, vai depender da técnica e da área a ser pintada e do efeito que se espera.

Os pincéis de pelos duros servem, por exemplo, para fazer efeitos riscados nas pecas, pois seus pelos duros marcam na tinta ainda fresca, os de pelos macios, são para pintura em geral, e não deixam marcas das pinceladas nas peças e espalham melhor a tinta em grandes áreas.

Tanto os de pelos macios ou duros, existem vários formatos para alcançar o efeito desejado. o CHANFRADO, por exemplo, serve para efeitos de luz e sombra, e a técnica de Tromp'oil, o FILETE: que tem a ponta bem fina, para traços finos e precisos, o RAKE quadrado: um pincel quadrado com algumas pontas maiores e desfiadas para pintar cabelos lisos e retos, o LÍNGUA DE GATOque é o mesmo do anterior que não é quadrado e sim ponta redonda, serve para pintar cabelos cacheados ou ondulados, os QUADRADOS CHATOS de pelos macios: para pintar listras e xadrez.

E vários outros que conforme você for fazendo os diversos tipos de efeito, saberá que um pincel para esta tarefa, além dessa ferramenta principal que são os pincéis, temos as secundárias, e não menos importante, como o ROLINHO DE ESPUMA, que serve para alisar a tinta, aplicar fundos ou bases nas peças, tirar excessos de cola ou vernizes. O CHAPISCADOR que é utilizado na pintura country e para efeitos de espirrado, chuvisco e outros, ESPATULA para efeitos espatulado nas peças.

CONSERVAÇÃO:

Para que os pincéis, trinchas e rolos tenham uma vida útil mais longa e não estraguem depois da primeira pintura, eles devem ser limpos logo após o uso.
Para limpar os instrumentos que estiverem com resíduos de tintas à base de água, como a acrílica e PVA, basta lavá-los com água e sabão.

Já para rolos ou pincéis sujos com tintas à base de solventes, como tinta óleo, esmalte e vernizes, o primeiro passo é tirar o excesso de tinta com jornal e depois lavar com aguarrás. Eu utilizo ao invés de aguarrás, o Limpin da Daiara, que tira dos pincéis ceras e outros produtos que são a base de agua ou oleo, este produto alem de deixar os pincéis limpos, ele e atóxico, ele também serve para tirar a tinta acumulada nas virolas e deixa as cerdas macias e hidratas alem de deixar com cheiro agradável de frutas, diferente de produtos com cheiro forte e desagradável, um carinho especial aos pincéis...rs....

Após todo o material ser limpo, eles devem ser colocados para secar. Em seguida, é recomendável arrumar as cerdas dos pincéis e das trinchas com um pente, ou com o próprio dedo, para secarem em sua posição original, evitando assim que os pelos entortem com o passar do tempo

Siga as dicas abaixo para manter sempre seus pincéis como novos:

- Não deixe secar tinta nos pincéis
- Limpe-os imediatamente após o uso;
- Use o diluente adequado para cada tipo de tinta, e após, lave sempre c/ agua e sabão;
- O uso de shampus ou cremes rinse melhoram a limpeza dos pincéis;
- Jamais use agua quente, pois pode deformar os pelos ou cerdas;
- Ponteie com os dedos;
- Nunca guarde os pincéis molhados em embalagens fechadas;
- Até sua completa secagem, mantenha-os sempre com os pelos para cima.

Como limpar a a tinta seca nos pinceis?

Não é aconselhável que isto aconteça, mas se derrepente esquecer...:

Se a tinta for acrílica, basta deixar mergulhado em álcool metilado por metade de um dia ou pouco mais. Depois, é só tirar a tinta com os dedos e lavar o pincel com água morna e sabão neutro. Tudo limpinho outra vez. Pode usar também o limpin, após umidecer o pincel.

Para evitar esse trabalho, é só lavar cuidadosamente depois do uso, sempre com água morna e sabão neutro.

E não se esqueça: Os pincéis são nossa principal ferramenta de trabalho, cuide bem deles e você sempre terá trabalhos bem acabados, e poderá contar com eles por mais tempo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...